Gratidão não tem fim #001 | Maktub


desafio-gratidao-nao-tem-fim-por-thais-lira-blog-ponto-da-lira
Esse artigo será publicado assim: Sem revisão, sem frescuras. Em sua essência. Por isso, te convido a abrir seu coração e receber um pouquinho desse compartilhamento, que está saindo do lugar mais profundo do meu peito. De minha alma.
Nelson Mandela disse, que devemos usar nosso tempo de forma sensata. E que todo o tempo é adequado para fazer o bem.

E por mais cruel que estejam sendo os homens, há pessoas que não apenas fazem, mas SÃO o próprio bem.

como-e-bom-ter-alguem

Hoje, diante de um planeta tão grande, habitado por milhões de outros seres humanos, tive a oportunidade de conhecer um desses raros seres humanos.
Mas, vamos por partes.
Minha ideia, era começar essa nova série de postagens, contando sobre o passeio incrível que fiz juntamente com duas amigas e minha mãe, no último Domingo. Ou, contar sobre o momento impar, e surpreendente, que vivi na última Segunda-feira. Poderia também, contar sobre a tarefa profissional do dia de hoje (que foi muito proveitosa e com um encontro super especial). Mas escolhi iniciar essa série de postagens, falando sobre o Fabrício. Ou melhor, TINHA QUE SER sobre ele.
 
Tive a honra de conhecer o Fabrício, na saída do estacionamento de um supermercado. Sim. A maneira como o conheci, foi bem inusitada, confesso. Mas, chegando em casa e respirando bem fundo (depois de tudo o que aconteceu), concluí que não poderia ter sido melhor.
Não serei tão detalhista sobre o que aconteceu. Tentarei resumir. Após um dia longo de trabalho, fui ao supermercado com minha mãe. Nossa ideia, era voltar de táxi para a nossa casa. Então, fizemos uma compra um pouco mais generosa. Solicitamos o táxi no próprio ponto de táxi do mercado. Após 30 minutos, nada aconteceu. Continuávamos lá, esperando. Peguei meu celular, e observei que ele estava descarregado. Então, peguei o celular de minha mãe. Estava sem créditos e descarregando. Liguei em minha operadora de celular (que é a mesma da mamãe), e não consegui fazer a recarga pelo cartão de crédito. Pois o meu cartão de crédito cadastrado, era diferente do cartão de débito que estava em mãos. Essa brincadeira, levou vários minutos. Fui novamente até os funcionários do supermercado, e mais uma vez, solicitei a vinda do táxi. “Moça, pode esperar. Ele vai vir!”. E nada do táxi credenciado apareceu. Uma hora se passou. E nada. Faltavam alguns minutos para o supermercado fechar suas portas. E lá estávamos, sem saber ao certo o que fazer. Então, fui até uma funcionária, e pedi que ela ligasse do celular dela para um taxista. Prontamente, ela me deu o celular e o número do taxista. Mas infelizmente, ele não atendeu. Tentamos uns três números diferentes, e nada. No lado de fora do mercado, nada de taxistas. Definitivamente, não sabia o que fazer. Todas as pessoas quais podia contatar, tinham uma operadora diferente da operadora que a moça do mercado utilizava. Então, resolvi sair para a rua e procurar um táxi. Nesse momento, já estava completamente irritada. E mesmo havendo muitas pessoas ali, quais poderiam ter me auxiliado, tinha que ser Fabrício. Por que eu precisava conhecê-lo. Por que eu precisava tê-lo em minha vida. 
Na saída do estacionamento:
“Cara, preciso de sua ajuda!”, disse eu.
“Claro! Com o quê?”, respondeu ele, com um sorriso de canto a canto, e o coração evidentemente aberto.
 
Primeira observação: Era tarde da noite. Fabrício não se importou em saber quem eu era. Não se importou se era uma completa estranha. Também não estava se importando com o motivo que me levou a solicitar sua ajuda. Ele apenas estava disposto a me ajudar. E apenas isso, bastaria para dar um desfecho impressionante à minha noite. Apenas isso, já seria motivo suficiente para estar aqui, agradecendo-o publicamente.
 

Mas o que Fabrício fez por mim, foi muito além de me conduzir até um endereço do ponto de táxi mais próximo. Fabrício não apenas me ajudou com isso. Fabrício fez tudo o que podia ter feito naquele momento, por mim. Chegando no ponto de táxi, não havia táxi. Ele foi até a padaria e solicitou ajuda em meu lugar. Houve uma sútil recusa. Mas foi nos dado um cartão de taxista. Ele pegou seu smartphone (qual estava com 5% de bateria) e ligou para os números que estavam no cartão. Não deu certo. Ninguém atendeu. Então, pensei: “Este é o momento que ele se conscientiza que fez o que poderia ter feito, e vai embora”. Não. Ele não foi embora. Ele olhou para mim e disse: “Vou ligar de minha casa”. E assim fez. Usou o telefone de sua casa. Insistiu, até conseguir se comunicar com alguém. Diante de minha impotência, ele simplesmente resolveu o meu problema, em meu lugar. Fez por mim. Conseguiu se comunicar (finalmente) com um taxista.

Essa foi uma das maiores demonstrações de empatia e afeto, que já vivi.

Fabrício me emocionou. Me emocionou de verdade.
Fabrício foi humano. Tão humano, que pareceu até anjo.
E neste exato momento, meu coração está transbordando de gratidão. 
 

Ao Fabrício, minha GRATIDÃO; pelo crédito utilizado, pelo telefone gasto, pela conversa com a moça da padaria, pela procura insistente por um taxista, pelo papel e o lápis de cor azul, pela prontidão, pela cordialidade, pelo sorriso, pelo abraço, e principalmente: Por ter aceito fazer parte de minha vida. Sem dúvidas, essa noite reforçou em mim, o poder da gratidão. E sobretudo, me trouxe um grande presente. Essa música, foi feita pra você:

 E a você que está me lendo até agora, desejo muitos Fabrícios em sua vida. Por que faz bem pra alma, muda o nosso dia, muda a nossa vida. ❤

 

assinatura-blog-ponto-da-lira


Anúncios

6 comentários em “Gratidão não tem fim #001 | Maktub

  1. Quando mais se faz o bem, mais você recebe de volta. Você com esse seu coração enorme sempre pronta a ajudar à todos, tem que receber muitas coisas boas e conhecer muitos fabricios hahaha, sempre agradecendo, não só à ele, mas ao universo por ter dar tantas coisas boas, assim sempre via receber mais coisas boas. Amo seus posts, sempre tão deliciosos de ler. Minha linda ❤

    Curtido por 1 pessoa

Olá! Seu comentário passará por aprovação. Se seguir nossos procedimentos, ele estará disponível em algumas horas.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s