Hospedagem em Salvador | Casa Azul no Centro Histórico


Por Thaís Lira

Está buscando as melhores opções de hospedagens em Salvador, na Bahia? Então, acompanhe o blog nos próximos dias, pois tenho dicas incríveis para você. A começar com a Casa Azul, situada bem no Centro Histórico da primeira Capital do nosso Brasil – a Bahia.

Hospedagem em Salvador - Pelourinho Bahia - Airbnb - Casa Azul - Blog Da Lira - Hospedagem na Bahia - Janelas Francesas

Conheça a história da Casa Azul:

Depois de uma década fora do Brasil, com moradas em quatro países diferentes e inúmeras viagens mundo afora, senti a necessidade de ter um canto para chamar de Casa. E Casa, para mim, era o bairro de Santo Antônio Além do Carmo, pois foi lá aonde morei por muitos anos antes de sair do Brasil. Em 2004, o Bairro estava no auge! Muitos estrangeiros comprando casas e transformando em pousadas. O grupo Iguatemi comprando várias casa na Rua Direita. O grupo tinha um projeto arrojado de “shopping ao céu aberto” que -infelizmente- nunca saiu do papel.  Mas isso não atrapalhou o valor dessa Rua cheia de histórias. Bem, havia uma casa na rua Direita, que desde pequena, sempre quis. Tornou-se um verdadeiro objeto de desejo. Na época que tomei a decisão de “caçar” uma casa, morava em Londres, tinha uma vida agitada, trabalhava no Financial Times e era conhecida como a baiana mais acelerada da Bahia (risos). Peguei um avião e fui pra Salvador decidida a achar minha casinha. Quando coloco uma coisa na cabeça ninguém tira e “somehow” acontece. 😊 Já na primeira manhã, fui andando na rua, reconhecendo as pessoas e perguntando sobre possíveis moradias para venda naquela rua. Tomei café na única padaria que temos na Rua Direita, e ali, soube de todas as casinhas que estavam à venda. Não demorou muito, me encontrei com uma grande amiga de infância que contou sobre a mãe de um amigo em comum, que queria muito vender a casa dela. Mas havia um pequeno problema: a documentação era “empepinada”. Pepino? Oxente! Vamos descascar. Não havia nada mais importante para mim naquele momento, do que tornar meu sonho realidade. Então, estava disposta a “correr atrás” da minha realização. Fiz bem.

Entrei na casa e me apaixonei. O que mais me deixou enamorada, foram as portas e janelas. Estava tudo muito acabado, juro! Mas a casa se mantinha majestosa, no pilar dos seus mais de 300 anos de idade. E sim, de repente, ela era minha. Minha e de quem viesse conhecê-la. Porque amor se compartilha!

Narração feita pela Joana, proprietária da Casa Azul na Rua Direita do Santo Antônio.

Hospedagem em Salvador - Pelourinho Bahia - Airbnb - Casa Azul - Blog Da Lira - Hospedagem na Bahia - Cadeira de tomar sol - decoraçãoHospedagem em Salvador - Pelourinho Bahia - Airbnb - Casa Azul - Blog Da Lira - Hospedagem na Bahia - Mesa de Centro DecorçãoHospedagem em Salvador - Pelourinho Bahia - Airbnb - Casa Azul - Blog Da Lira - Hospedagem na Bahia - Cozinha Colorida - DecoraçãoHospedagem em Salvador - Pelourinho Bahia - Airbnb - Casa Azul - Blog Da Lira - Hospedagem na Bahia - Temperos BahiaHospedagem em Salvador - Pelourinho Bahia - Airbnb - Casa Azul - Blog Da Lira - Hospedagem na Bahia - Cozinha ColoridaHospedagem em Salvador - Pelourinho Bahia - Airbnb - Casa Azul - Blog Da Lira - Hospedagem na Bahia - Quarto Branco e AmareloHospedagem em Salvador - Pelourinho Bahia - Airbnb - Casa Azul - Blog Da Lira - Hospedagem na Bahia - Decoração QuartoHospedagem em Salvador - Pelourinho Bahia - Airbnb - Casa Azul - Blog Da Lira - Hospedagem na Bahia - YogaHospedagem em Salvador - Pelourinho Bahia - Airbnb - Casa Azul - Blog Da Lira - Hospedagem na Bahia - Portas AntigasHospedagem em Salvador - Pelourinho Bahia - Airbnb - Casa Azul - Blog Da Lira - Hospedagem na Bahia - Yoga 01Hospedagem em Salvador - Pelourinho Bahia - Airbnb - Casa Azul - Blog Da Lira - Hospedagem na Bahia - Rede Colorida

Pelas fotos, dá pra sentir a vibe incrível que essa casa possui, não é? O espaço é muito bem decorado, aconchegante, acolhedor. Me senti em minha casa! Uma lugar qual nos sentimos em casa. De verdade. Além de possuir uma decoração lindíssima, fica pertinho de pontos turísticos. Veja alguns deles:

  • Igreja do Santo Antônio Além do Carmo; fundada no século 16, a igreja primitiva do Santo Antônio, recebe visitantes do mundo inteiro. Fica ao lado da casa. Menos de 01 minuto de distância. Vale muitíssimo a pena conhecê-la!
  • Farol da Capoeira: fica entre a casa azul, a igreja do Santo Antônio, e a praça. Os turistas podem acompanhar as rodas de capoeira e outras cerimônias populares na religião do Candomblé. Fica a um minuto da Casa Azul.
  • Praça do Largo do Santo Antônio: saindo da Casa Azul, no sentido direito, é o primeiro lugar visto da casa. A praça tem uma vista lindíssima da igreja do Santo Antônio, Farol da Capoeira e a Baia de Todos os Santos. Leva-se menos de 5 minutos de um ponto ao outro.
  • Igreja de Nossa Senhora do Carmo: a Casa Azul fica na Rua Direita do Santo Antônio. Essa é a rua principal de acesso ao famoso Pelourinho. Pelo caminho, é possível conhecer a Igreja de Nossa Senhora Além do Carmo. Uma igreja ornamentada com ouro, pinturas, lustres, madeira e estátuas lindíssimas. Dentro do templo, o visitante pode conhecer o Patio, que dá acesso a um luxuoso hotel e restaurante dentro da igreja. Pessoas de todo o mundo já se hospedaram no Convento do Carmo. Fica a cerca de 15 minutos a pés, da Casa Azul.
  • Pelourinho: mais popular em toda a Bahia, fica a menos de 20 minutos da Casa Azul. O Pelourinho é um retrato da cultura em boa parte do nordeste brasileiro; muita música, muita dança, axé, acarajé, Olodum, Candomblé, Berimbau, Percussão, pais e mães de santo, galerias de arte, cartões postais, moradores de rua, pedintes… Uma explosão de sentimentos. Voltei da Bahia bem certa de que, para ter uma vivência verdadeira no local, você precisa primeiramente se despir de toda e qualquer veste de preconceito e intolerância. Precisa estar disposto a uma verdadeira imersão cultural. Bem diferente do Sul e Sudeste do Brasil, por exemplo.
  • Baia de Todos os Santos: da Casa Azul, você tem uma vista espetacular para a Baia de Todos os Santos. Mas, para chegar até lá, você precisará pegar o “trenzinho” na Cidade Alta e descer até a Cidade Baixa (isso, se estiver a pés e em grupo. Se não, recomendo pegar um Uber ou um Táxi). Da Casa Azul até o “trenzinho” de acesso à Cidade Baixa, são cerca de 8 a 10 minutos.
  • Mercado Modelo: aproveitando sua decida à Cidade Baixa, conheça o Mercado Modelo. Lá é o lugar ideal para comprar lembrancinhas e conhecer um pouco mais sobre a cultura de Salvador.
  • Elevador Lacerda: para chegar ao Elevador, você pode optar pelo Táxi ou Uber. Mas caso prefira fazer um tour a pés, você pode levar cerca de 30 minutos para chegar na região do Elevador. Faça isso em grupo e durante o dia, pois a região é um pouco perigosa na parte da tarde e noite.
  • Lago Dique do Tororó (Lago dos Orixás): se estiver de carro a caminho do Elevador Lacerda, Estádio ou até mesmo Salvador Shopping, você passará em frente ao famoso Lago dos Orixás. Bem bonito! Gostei bastante. Muitos baianos consideram esse lago, sagrado, justamente por receber as estátuas dos Orixás. Reverência e respeito, são duas coisas importantes para quem deseja conhecer o lago.
  • Arena Fonte Nova: praticamente em frente ao Dique, está a Arena Fonte Nova. Que os baianos (em sua maioria) tratam apenas como Estádio de Futebol.
  • Igreja e Convento de São Francisco (Igreja de Ouro). Um dos pontos mais populares da região – a igreja de ouro é de tirar o fôlego.

Recadinho para Joana e Marília:

Vocês foram incríveis! Muito mais do que poderia imaginar. Anfitriãs que o tempo inteiro, me trataram com respeito, cuidado e carinho. Entrei e sai da casa de vocês, com a nítida sensação de estar em minha própria casa. E posso afirmar que saí da Bahia com duas novas amigas. Gratidão sem fim! Que esse lugar seja cada vez mais próspero. Vocês merecem.

Informações importantes sobre a Casa Azul:

A Casa Azul deve ser locada pela Airbnb (aplicativo para localização de roteiros de viagem e hospedagens). O valor da diária na Casa Azul é R$250 reais. Para ensaios fotográficos, é cobrada uma taxa média de R$500,00. Tudo dependerá da negociação a ser feita com as proprietárias. Para falar com elas, você pode acessar o site da hospedagem, ou enviando uma mensagem para o Instagram das meninas: @CasaAzulBahia

Espero muito que tenham gostado dessa super dica. Até a próxima! ❤

assinatura post blog
Anúncios

Um comentário em “Hospedagem em Salvador | Casa Azul no Centro Histórico

Olá! Seu comentário passará por aprovação. Se seguir nossos procedimentos, ele estará disponível em algumas horas.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s