Menina, você pode ser o que quiser!

Se há alguns anos atrás, a palavra empoderamento estivesse tão em evidência, sem dúvidas, seria minha principal definição; especialmente durante a minha transição da adolescência à vida adulta. O que costumavam chamar de personalidade forte, hoje seria empoderamento, poder, autoconfiança. Coisa que tenho e transborda. 

De fato.

Sempre fui geniosa e impulsiva. Por várias vezes, fui chamada de “rebelde sem causa“. Muita gente jurou de pés juntos, que não iria muito longe se continuasse sendo “daquele jeito”. Precisei de muita personalidade e muito suporte para não ter me deixado ser todas as coisas negativas que ouvia a meu respeito.

Mas veja bem, foi exatamente aquele meu jeito, que me levou a um percurso – que mesmo sendo árduo- me trouxe exatamente aqui, onde me encontro agora.

Sim, me encontro. Me encontro exatamente aqui, sendo eu mesma. Sendo quem sou. Quem escolhi ser. 

Foram todas aquelas vezes, que feito uma garota mimada, batendo os pés no chão querendo algo, que aprendi a tomar decisões, a fazer escolhas, a insistir, e principalmente: a receber o não

Foram todas aquelas vezes, respondendo os mais velhos e tendo uma resposta para -quase- tudo, que aprendi a formar minhas opiniões e me posicionar acerca das circunstâncias da vida. Foi sendo “respondona”, que aprendi a não curvar a fronte quando sou confrontada. A não me submeter a situações humilhantes. A não me curvar perante os desafios da vida. A não me sentir inferior diante do gigante alheio. A enxergar minha grandeza e enxergar o gigante que tenho bem dentro de mim.

Foi sendo exatamente daquele jeitinho, que aprendi a importância da fala, da vez, da voz, e sobretudo, do silêncio amparado de razão e sabedoria.

Foram todas as vezes que ergui o peito e enfreitei os “grandalhões”, que aprendi a olhar meus gigantes interiores e exteriores com olhos de justiça e com vestes de coragem. Aprendi a enfrentá-los, sempre que fosse necessário. Aprendi o mesmo sobre os monstros. A propósito, quantos monstros, ein? Venci todos eles. Um a um.  E continuo aqui, dia após dia, vencendo-os. 

Foi exatamente sendo aquela menina geniosa e impulsiva, que descobri o que era a ambição. E foi a ambição que me ensinou a não ter pressa. A ir com calma

Já fui com tanta pressa, que perdi todas as minhas forças. Já corri tanto, que fiquei sem ar. Já tropecei tanto, que me enchi de feridas. Já fui tão rápido, que não cheguei a lugar algum. Me cansei tanto, que só tive como alternativa o ir devagar. E assim tenho ído.  

Com calma, pra ir bem longe. Ou simplesmente, ir para onde eu quiser. Porque eu nasci pra SER. Ser quem eu quiser.

Rise-Katy-Perry-Tradução

Musica & Letra: Rise – Katy Perry

Não trato meu pensamento como verdade absoluta. Mas, precisamos reconhecer que, nos últimos anos, tem sido realmente difícil encontrar músicas que nos leve a uma reflexão profunda sobre quem realmente somos, ou sobre quem podemos ser. Não que as músicas tenham esse papel. Sei bem que, cada canção, tem o seu público, seu foco, seu objetivo. Ainda assim, a poesia tem sido rara, e as letras rasas. Então, quando ocorre de uma música tocar nossa alma, o mínimo que podemos fazer sobre isso, é compartilhar com os nossos amigos. Por isso, cá estou, para compartilhar a música mais linda que poderia ter escutado no dia de hoje. Espero que gostem.

Acompanhe com a letra original:

I won’t just survive / Oh, you will see me thrive / Can’t write my story / I’m beyond the archetype / I won’t just conform / No matter how you shake my core / Cause my roots, they run deep, oh / Oh, ye of so little faith / Don’t doubt it, don’t doubt it / Victory is in my veins / I know it, I know it / And I will not negotiate / I’ll fight it, I’ll fight it / I will transform / When, when the fire’s at my feet again / And the vultures all start circling / They’re whispering: You’re out of time / But still, I rise / This is no mistake, no accident / When you think the final nail is in, think again / Don’t be surprised, I will still rise / I must stay conscious / Through the madness and chaos / So I call on my angels / They say / Oh ye of so little faith / Don’t doubt it, don’t doubt it / Victory is in your veins / You know it, you know it / And you will not negotiate / Just fight it, just fight it / And be transformed / Cause when, when the fire’s at my feet again / And the vultures all start circling / They’re whispering: You’re out of time / But still, I rise / This is no mistake, no accident / When you think the final nail is in, think again / Don’t be surprised, I will still rise / Don’t doubt it, don’t doubt / Oh oh, oh oh / You know it, you know it / Still rise / Just fight it, just fight it / Don’t be surprised, I will still rise.

1473247066-all-stars-su-katy-perry-rise-0-02-22-106
Fonte: Divulgação

Tradução: 

Eu não vou apenas sobreviver / Oh, você vai me ver prosperar / Você não pode escrever a minha história / Estou além do arquétipo / Eu não vou apenas me conformar / Não importa o quanto você me desestabiliza / Porque as minhas raízes são profundas, oh / Oh, você aí, de tão pouca fé / Não duvide, não duvide / A vitória está em minhas veias / Eu sei, eu sei / E não, eu não vou negociar / Eu vou lutar, eu vou lutar contra isso / Vou me transformar / Quando, quando o fogo estiver novamente em meus pés / E os urubus ficarem rodeando / Eles estarão sussurrando: Seu tempo acabou / Mas ainda assim eu me erguerei / Isso não é um erro, nem um acidente / Quando você achar que suas garras me pegaram, pense melhor / Não se surpreenda, eu ainda me erguerei / Devo ficar consciente / Através da loucura e do caos / Então eu chamo meus anjos / Eles dizem / Oh, você aí, de tão pouca fé / Não duvide, não duvide / A vitória está em suas veias / Você sabe, você sabe / E você não vai negociar / Vá lá e lute, lute contra isso / E se transforme / Porque quando, quando o fogo está em meus pés de novo / E os urubus ficarem rodeando / Eles estarão sussurrando: Seu tempo acabou / Mas ainda assim eu me erguerei / Isso não é um erro, nem um acidente / Quando você achar que suas garras me pegaram, pense melhor / Não se surpreenda, eu ainda me erguerei / Não duvide, não duvide / Oh, oh / Você sabe, você sabe disso / Ainda me erguerei / Vá lá e lute, lute contra isso / Não se surpreenda, eu ainda me erguerei.

katy-perry_rise_tenterhookchronicles_6
Fonte: Divulgação

 


Minhas sensações:

Uma das canções mais bonitas que Katy Perry já compôs, e interpretou. O clipe transmite a mensagem exata da poesia. É envolvente, é carregado de sentimento, é forte. Encoraja, fortalece, empodera. Nos faz crer que o fim não é necessariamente o fim. E que podemos ser muito mais! Uma música que -sem dúvidas- dedico às pessoas (especialmente mulheres) que em algum momento de suas vidas, têm se sentido enfraquecidas. E que tenham dentro de si, a terrível sensação de que estão sobre as próprias cinzas. Para você, o que desejo é: Força de um novilho e autoridade de um leão. Desejo a você, o despertar de seu próprio sono. Desejo que você erga-se de suas próprias cinzas.

katy-perry-rise-video-2016-billboard-still-1548-a
Fonte: Divulgação

Beijo e queijo.

assinatura-blog-ponto-da-lira